Anatel abre consulta pública sobre uso de faixa de frequência para 5G
Eli Corrêa Filho - Anatel abre consulta pública sobre uso de faixa de frequência para 5G

Recentemente, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) abriu consulta pública para destinar a faixa de 2,3 gigahertz (GHz) para o desenvolvimento da tecnologia 5G. O período da consulta é de 30 dias.

A faixa está dividia em 10 blocos de 10 MHz cada. Tudo indica que, além da destinação para o 5G, a faixa seja usada pelo serviço limitado privado, o que poderá permitir o uso da frequência para comunicação de voz e dados restritas a membros de companhias de transporte, de energia, de petróleo, ou de gás, por exemplo.

Existe a possibilidade de as faixas entrarem, ao lado da faixa de 3,5 GHz, no leilão para o 5G que a Anatel pretende fazer em 2019, caso a regulamentação seja concluída a tempo.

A tecnologia 4G oferece aproximadamente 45 megabits por segundo (Mbps) de transferência de dados para download. A expectativa é de que a tecnologia 5G possa atingir velocidade de navegação e download cerca de 10 a 20 vezes mais rápida.

A tecnologia 5G é flexível e suporta uma grande variedade de modelos de negócio, inclusive acesso fixo sem fio, banda larga móvel avançada. O deputado federal Eli Corrêa Filho (DEM-SP) explica que o aumento do número de celulares e outros equipamentos é cada vez maior e que por isso a tecnologia 5G é necessária. “É importante investir em tecnologia pois a que temos hoje, logo se tornará obsoleta. A tecnologia 5G irá atender melhor a todos”, explica o deputado.

 

Cadastre-se aqui

Gostou deste conteúdo? Faça um comentário!

avatar
Fechar Menu